terça-feira, dezembro 05, 2006

E a ceia...


- Amor, peguei uma receita de peixe recheado com farofa de camarão que vai ser um show na ceia de Natal. Quero só ver...
- Peixe? No Natal?
- Qual o problema?
- Não... Problema nenhum... É que não sei se peixe combina com o tender e...
- Justamente! Esse ano não vi ter tender, peru, pernil, lombo, nada disso: vamos fazer um Natal com peixes, camarões e todo tipo de frutos do mar. Vai ser uma maravi...
- Mamãe não come peixe e eu adooooro tender.

A reprodução acima é referente ao diálogo travado na residência do nobre Asderbaldo na data de ontem, pouco antes da ida ao supermercado mais próximo para aquisição de um peru, um pernil daqueles semi-temperados e desossados, um lombo e três tender daqueles tipo bolinha. Todos já devidamente acomodados no freezer da referida residência no aguardo da véspera das festividades para o devido preparo culinário.

Igualmente produtiva foi a noite. Sentado na beira da cama, o nobre Asderbaldo olhava para a anotação, já borrada, da receita de peixe com recheio de farofa de camarão e lamentava a pouca sorte, imaginando se algum dia em sua pacata existência teria a oportunidade de comer tal iguaria.

Dando-se por vencido - algo que se torna comum após alguns anos de matrimônio - deixamos a receita do peixe recheado de lado e partimos para imaginar qual lampejo o destino nos daria para fazer o combinado lombo - pernil - peru e tender (meio de campo de fazer inveja a qualquer time de várzea, time completado por Farofa, no gol, Arroz com Passas, Empadão, Batata Gratinada e Purê de Maçã, na defesa e no ataque a dupla Romã e Salada de Palmito - detalhe, o Farofa no gol, não é de camarão).

Fala a verdade, é o típico "em time que está ganhando não se mexe"... Não é? Vai inventar.
Tem casa que tem bacalhau... mas é reserva, entra na substituição de algum dos jogadores... ops, pratos acima descritos e sempre gera alguma cara de desconfiado: será que vai jogar bem? - no caso, será que vai cair bem?

Seja como for, o que importa é seguir a tradição.
Tradição, segundo o dicionário Asderbaldes - Português e vice-versa, é algo que alguém um dia disse, todo mundo acreditou e ninguém tem coragem de contrariar.
- Ah, filho, mas é tradição da casa.
Se quebrarem a tradição o que é que acontece? Absolutamente nada, muito provavelmente. Mas vai arriscar... E a paúra?

É por isso que neste ano, seguindo a tradição, esse ano a ceia de Natal vai ser com o time titular na mesa. E sabem de uma coisa: vai ser maravilhoso, vai ser uma delícia. Todos vamos rir, brincar, tirar sarro e, ao final, comemorar a certeza de mais um título... ops, mais uma alegre e feliz união.
E o ano que vem? Ah, no ano que vem vou botar o pé na jaca e fazer o raio do peixe com recheio de camarão e outras novidades que vocês vão ver e aí vou...

- Amor...
- Tá bom! Raios.

Vou fazer tudo ser mais feliz ainda!

Obs.: caso algum incauto leitor deseja a receita do peixe com recheio de farofa de camarão, até posso pedir ao estimado Alemão que lha me forneça novamente, tendo em vista que, em um acesso de fúria, a mesma foi defenestrada e se encontra, em migalhas, na lixeira do lar doce lar.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home